Trote Solidário encerra com recorde de doações em 2019

O Centro Universitário Uninovafapi encerrou na ontem (23) mais uma edição do Trote Solidário. Em 2019.2, o Trote Solidário conseguiu 398 doações de sangue e 200 cadastros de medula óssea. Foram 94 bolsas de sangue e 125 cadastros a mais em comparação com a última edição realizada.

Durante os dias 20, 21 e 22 uma equipe do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) esteve na instituição coletando doações de sangue e cadastros de medula óssea de alunos, colaboradores, professoras e demais pessoas da comunidade.

Maria Mariana é caloura do curso de Direito e já é doadora há 2 anos. Ela conta ficou muito feliz ao saber que a Instituição realizou essa aproximação dos alunos com o Hemopi. "É muito bom, muito importante, pois muitas pessoas precisam e nós nunca sabemos quando vamos precisar", pontuou.

Para Thais Castelo Branco, assistente social do Uninovafapi, a realização do Trote é muito relevante por se tratar de um projeto de responsabilidade social, para comunidade interna e externa. "É importante para os nossos alunos terem a consciência e entenderem que doar sangue é importante. Doar ajuda sim a salvar vidas", explica. Além disso, ela destacou a importância de uma instituição de ensino passar a mensagem de que todos precisam contribuir mais para a sociedade, sendo mais humanos e pensando mais no próximo.

 

O reitor do Uninovafapi, Carlos Alberto Ramos, já é doador há 10 anos e compareceu ao trote para fazer sua parte e reiterou os pontos positivos do Trote, assim como a responsabilidade e preocupação da Instituição com o benefício social. “A parceria com o Hemopi tem vários pontos positivos, o primeiro deles é unificar em três dias a possibilidade da comunidade acadêmica fazer doação de sangue no local que eles já vêm habitualmente estudar e assim exercer a cidadania e a preocupação com o outro”.

O Piauí possui um único hemocentro. Dessa forma, cabe ao Hemopi abastecer hospitais da rede pública e privada da capital e do interior. Jurandir Martins, diretor do Hemopi, explicou que para atender toda a demanda ações como essa fundamentais. “É um momento em que toda população ganha com isso. A gente percebe o compromisso das pessoas que estão envolvidas, tanto estudantes quanto funcionários, em promover cada vez mais essa corrente do bem e de solidariedade que ajuda a salvar vidas, porque essa é nossa missão maior”, disse o diretor. 

Jurandir esteve presente na instituição durante o Trote e aproveitou a oportunidade para agradecer, em nome da Secretaria Estadual de Saúde e do Governo do Estado, a parceria com o Uninovafapi. Além disso, ressaltou a importância de trabalhar com o público acadêmico. “Aqui temos muitos universitários, principalmente na área da saúde, que serão futuros formadores de opiniões e poderão conscientizar e aumentar essa corrente do bem”, pontuou.

Últimas Notícias