às 11:33:00

Conheça os benefícios da regularidade de atividade física para os idosos

A atividade física é essencial em todas as fases da vida para a manutenção da saúde e qualidade de vida. A prática de exercícios com regularidade proporciona qualidade de vida e durante a terceira idade esse hábito também deve ser mantido, com as devidas adaptações que podem ser orientadas por um profissional da área.

A educadora física Yula Meneses é professora do curso de Educação Física do Uninovafapi. Ela afirma que a prática regular de exercício físico pode de fato auxiliar no fortalecimento do sistema imunológico e trazer muitos outros benefícios. No entanto deve haver uma regularidade na práttica. “Não é fazer atividade física de forma aleatória, sem orientação ou sem continuidade. Deve haver rotina, de no mínimo três vezes por semana, na intensidade adequada”.

Ficar em casa sem uma rotina de exercícios pode levar a problemas desde o sedentarismo até a ansiedade e a depressão. O exercício físico faz liberar hormônios de prazer e satisfação tornando os dias mais produtivos. Além disso, ajuda também a manter a pessoa idosa independente para as suas atividades do dia a dia, reduzindo os riscos de queda e possíveis fraturas. Em tempos de isolamento social é possível fazer exercícios dentro de casa para manter a prática regular a partir de um acompanhamento especializado. “Os profissionais de educação física em todo o mundo estão trabalhando on-line, tanto avaliando, prescrevendo e acompanhando por vídeo-chamadas, de forma que a prática se torne segura e eficaz”, pontua Yula.

Quando envelhecemos as quedas hormonais normais proporcionam uma maior vulnerabilidade da saúde, por isso é importante manter a prática regular de exercícios. A professora esclarece que, de um modo especial, os exercícios aeróbicos promovem uma hipertrofia do córtex adrenal, que significa mais armazenamento de corticóides. Já os exercícios de força ou neuromotores, proporcionam a manutenção vou ganho de massa magra, ou seja, mais músculos. Dessa forma, melhora o equilíbrio, a força, a disposição,  a resistência, e engloba outros fatores positivos para a saúde.

A professora também explica que a manutenção da memória está ligada, entre outros aspectos, à saúde dos neurônios e são hormônios que os controlam. “Se o exercício melhora todo o funcionamento do sistema endócrino, consequentemente auxilia na manutenção da memória, no controle do humor, nível de felicidade, auto estima, entre outros”.  


Fonte: