às 10:00:00

B-R-O-Bró: O que vestir nos meses mais quentes do ano?

Quem mora na região nordeste é acostumado com temperaturas mais elevadas. No Piauí, o “B-R-O-Bró” refere-se aos meses em que o calor se intensifica. A expressão se dá por esse período mais quente ser nos meses com a nomeclatura finalizada em “bro”: setembro, outubro, novembro e dezembro. Durante esses meses, a moda pode ser uma boa aliada na escolha de peças para levar conforto ao dia a dia. 

A designer de moda e professora do Uninovafapi, Karla Fianco, elencou algumas dicas sobre o que vestir durante os meses de altas temperaturas. Primeiramente, ela aconselha a sempre observar a etiqueta de composição, pois nela existem as informações sobre as peças que usamos. Dessa forma, a primeira dica para escolher roupas mais adequadas para essa época do ano é observar os tipos de tecidos. “Você já deve ter percebido que existem roupas que o calor parece aumentar, e isso está relacionado a composição dos tecidos. Por isso, opte por peças em fibras naturais, ou seja, em tecidos derivados de fontes orgânicas. São geralmente mais gostosos de vestir, tem toque mais agradável e permitem que o corpo respire”. O algodão, linho, rami e seda são exemplos de fibras naturais. 

De acordo com Karla, o que é feito em tecido natural sempre carrega uma aparência mais refinada-clássica do que o que não é natural. Essa é uma vantagem desses tipos de tecido, pois eles podem amassar bastante, mas também desamassam com o próprio uso. “Mesmo quando se passa muito tempo vestida de algodão, linho, seda ou lã, ainda se tem sensação de estar impecável”. 

Os materiais sintéticos são derivados do petróleo e muitas vezes tem um brilho extra que deixa as peças super informais, com um aspecto um pouco mais grosseiro e menos sofisticado. E por serem a base de compostos químicos, tem por propriedade a dificuldade de respiro da peça no corpo. Já as peças feitas 100% com fibras naturais são sempre mais fresquinhas. “No calor, mesmo peças escuras, se feitas em algodão, seda e afins, dão menos sensação de calor do que peças sintéticas. Faz mais sentido também pensar em camisa soltinha de tecido natural do que em regata justa de tecido sintético”, sugere a designer. 

Outra dica interessante pontuada por Karla, é sempre optar por cores mais claras e de modelagem mais solta ao corpo. “Quanto mais justa e colada ao corpo, maior será a sensação de calor, pois modelos mais amplos, deixam o corpo mais livre e assim a sensação de calor será menor”, explica. 

A professora reforça que as dicas acima são para encarar os meses mais quentes de uma forma melhor, mas é muito importante manter sua identidade. “Lembrem-se de sempre usar peças e cores que reproduzam seu estado de espírito e suas motivações do dia. A moda sempre será uma forma de expressão e de comunicação não verbal. Então, seja fiel ao seu estilo pessoal e ao que te faz feliz”. 


Fonte: