às 14:31:00

Qual impacto das cores na decoração?

Você sabia que as cores podem transmitir várias energias para os ambientes e para as pessoas que frequentam esses locais? Por meio dos seus efeitos visuais, as cores são capazes de transformar os espaços levando emoções e sensações. Na hora de construir, reformar ou mesmo de ressignificar os espaços, é importante contar com uma ajuda profissional para pensar nesses aspectos.   Na área do Design de Interiores a psicologia das cores é essencial para a composição dos ambientes. Os designers levam em consideração o significado e a influência que elas exercem no cotidiano das pessoas.   

A designer Tereza Barros, coordenadora do curso de Design de Interiores do Uninovafapi, afirma que com o uso correto das cores é possível imprimir os mais diversos efeitos visuais, que podem fazer toda a diferença, e até mesmo tornar um projeto economicamente mais viável.  

Tereza explica que as cores, além de deixar os ambientes mais belos e com vida, também são capazes de alterar visualmente as dimensões e as formas do espaço, como por exemplo: disfarçar ou ressaltar imperfeições; provocar estímulos e sensações de movimento, proximidade, distância ou rebaixamento; dentre outros.    De acordo com a designer, para criar ou transformar um ambiente é necessário ter um profundo conhecimento sobre as cores e sobre os aspectos culturais que simbolizam as cores. Além disso, também é preciso entender a finalidade do ambiente e das emoções que se pretende imprimir em cada espaço. “Considerando seus significados, sensações e os mais diferentes estímulos que geram nas pessoas, a psicologia das cores contribuirá para agregar valor ao espaço projetado e para a satisfação dos usuários do local”.   

Confira algumas dicas básicas: 

  • Cores claras: Transmitem sensação de amplitude, alegria, leveza e estimulam a comunicação;
  • Cores escuras: Remetem à sensação de privacidade e aconchego. Podem ser utilizadas como recursos para transmitir a sensação de ambientes mais estreitos;
  • Cores quentes: São estimulantes e, por remeterem à sensação de calor, seu uso deve ser evitado nos ambientes que precisam de calma e relaxamento;    
  • Cores frias: Têm efeito calmante e são recomendadas para utilização em locais que requerem relaxamento.   

Por conta de os aspectos que a psicologia das cores carrega, é fundamental ter cuidado e segurança com a utilização das cores no momento da criação de um projeto. “É essencial conhecer bem o perfil e as necessidades das pessoas que frequentaram o espaço, bem como estar consciente de quais sensações e emoções quer transmitir naquele ambiente”, pontua Tereza.


Fonte: