às 08:41:00

Mindful eating: Você sabe o que é?

Saiba o que é e como ter um bom relacionamento com seu corpo e sua comida

Com origem na filosofia budista, o Mindfulness é descrito como um estado de consciência, centrada no momento presente, de forma intencional e sem julgamento. A partir disso, foi criado o Mindful Eating, que significa comer consciente. 

Essa técnica é recente e passou a ser usada depois que alguns estudos científicos comprovaram a eficácia do Mindfulness no tratamento do estresse psicológico, redução do estresse relacionado ao comer compulsivo e outros sintomas de transtornos alimentares, e também na redução de peso em indivíduos adultos com e sem obesidade.  

Para entender melhor sobre a técnica, ouvimos a professora do curso de Nutrição, doutoranda em Alimentos e Nutrição, Luciana Melo de Farias.  

De acordo com a nutricionista, o Mindful Eating, ou seja, comer com consciência plena, é uma ferramenta que visa promover uma alimentação consciente, com atenção as escolhas alimentares, sensações emocionais e sinais físicos de fome e saciedade. “A técnica pode ser entendida como o uso de todos os sentidos na escolha dos alimentos que tanto trazem satisfação quanto nutrição ao corpo. O comer com atenção plena, é também quando olhamos profundamente um alimento e tomamos consciência dos elementos e esforços necessários para tornar as refeições uma realidade”, explica. 

Luciana conta que os benefícios da prática são vários, e podem gerar um grande impacto na nossa rotina alimentar. Dentre eles, podemos citar:  

Controle da compulsão alimentar: Durante a refeição, o ato de comer lentamente, a visão do alimento no prato, as sensações que o alimento provoca, os sabores, os movimentos de mastigação e o processo de deglutição são estratégias benéficas no controle da compulsão alimentar, do sobrepeso e obesidade. A atenção às experiências do momento presente, contribuem para o estabelecimento de padrões de alimentares saudáveis.  

Estimula hábitos e peso saudáveis: O uso de todos os sentidos na escolha dos alimentos, o reconhecimento das respostas pessoais ao alimento (se gosta ou não) sem julgamentos, consciência da fome e saciedade, a consciência da qualidade do alimento, dos ingredientes o compõe, do processo de fabricação e cultivo, a origem, a atenção à frequência, aos horários e quantidade ingerida e as sensações antes, durante e após comer, ou seja o comer consciente pode estimular hábitos alimentos e peso mais saudáveis.  

Sensação de satisfação e saciedade: A redução de peso pode ser atribuída a sensação de saciedade mesmo comendo menos e consciência dos impulsos para usar a comida como satisfação psicológica. 


Diante todas as informações, chega a parte, vista por muitos, como a mais difícil: colocar em prática. Por isso, a professora separou algumas dicas para que você possa comer atentamente e desfrutar da comida utilizando todos os sentidos e criar experiência agradável ao comer.   

 

1. Utilizar todos os sentidos na escolha dos alimentos, que sejam nutritivos e proporcione bem-estar físico e mental;  

2. Observar antes, durante e depois das refeições o roncar do estômago, estresse, fome e saciedade;  

3. Reduzir o tamanho das porções, usar pratos e tigelas menores;  

4. Estar presente e consciente ao se alimentar, comer sentado e evitar distrações ao comer (TV, computador e celular);  

5. Comer lentamente, mastigar bem antes de engolir (28 mastigações) e pausas entres as mordidas;  

6. Saborear a comida, apreciar o aroma, a textura e o sabor dos alimentos, sem julgamentos e críticas;   

7. Cozinhar! É uma forma de praticar a alimentação consciente, pois desperta os sentidos pelos aromas, sabores e cor, tocar os alimentos, sentir suas texturas e formatos, ouvir os sons ao cortar, ralar, mexer desperta o prazer em preparar e comer;  

8. Comer com a família e amigos, criar um momento único e agradável ao redor da comida. 


Fonte: