às 08:50:00

Dia Mundial da Água: Entenda a importância do Engenheiro Civil no tratamento de água

Hoje, dia 22 de março, é comemorado o Dia da Água, um recurso essencial para existência da vida. Nos últimos anos é crescente a prática dos conceitos de sustentabilidade. A água no planeta demanda cada vez mais cuidado e um dos setores que colaboram com isso é o da construção civil.

Você sabe qual é o papel do engenheiro civil para que a água tratada chegue aos lares? O engenheiro um dos profissionais responsáveis pelo saneamento básico, e em especial, o tratamento de água e esgoto.   

O engenheiro Leonardo Madeira, Doutor em Desenvolvimento e Meio Ambiente, explica que o papel do engenheiro sanitarista é planejar, projetar e executar obras que visam salvaguardar a saúde de uma sociedade e destaca a relevância dessa profissão. “É um profissional de fundamental importância na garantia da água potável. Seus projetos visam desde à escolha do manancial adequado, à captação, adução, tratamento e distribuição de uma água de qualidade para as pessoas”.

Leonardo, também coordenador do curso de Engenharia Civil do Uninovafapi, pontua que a água potável só chega aos lares por conta das obras de infraestrutura de saneamento, projetadas e executadas por engenheiros e ressalta que a ausência do profissional dificulta o planejamento e os investimentos em saneamento. “A ausência dessas obras pode ser observada no sistema de saúde e na economia, com mais pessoas doentes e ausentes dos seus postos de trabalho”. 

E para quem sonha em atuar na área, o professor explica que a carreira de Engenheiro Sanitarista é bastante ampla. “A maioria das modalidades de Engenharia contribuem com o setor, porém os mais alinhados são os Engenheiros Civis e os Engenheiros Ambientais e Sanitaristas. O estudante, ao ingressar nesses cursos, precisa buscar o entendimento da dinâmica dos ecossistemas aquáticos, bem como a compreensão de fenômenos físicos da natureza. Disciplinas como Mecânica dos Fluidos e Hidráulica são fundamentais para a formação desses profissionais”, orienta.


Fonte: