às 11:24:00

Saiba como balancear a alimentação na quaresma

Dicas simples que ajudarão no consumo de proteínas e nutrientes

A quaresma é um período que antecede umas das principais celebrações do Cristianismo, a Páscoa. Ele ocorre 40 dias antes da Semana Santa e durante esse tempo recomenda-se não ingerir carnes vermelhas. No entanto, os fiéis que acompanham esse costume milenar devem ficar atentos e realizar uma alimentação balanceada.


nutricionista e professora do curso de Nutrição do Centro Universitário Uninovafapi, Vania Marisa da Silva Vasconcelos, explica que neste período, caso o cristão deseje seguir os preceitos da abstinência de carnes como: boi, porco, carneiro, aves e caças; ele deve buscar orientações nutricionais para escolhas saudáveis de substituição destes alimentos. “Como representam fonte importantes de nutrientes, especialmente proteínas e ferro, sua exclusão total e de forma inadequada pode trazer prejuízos à saúde.” 

Vania conta que a abstinência de carne pode sim causar um déficit nutricional, mas que também a suspensão por poucos dias pode trazer benefícios. “A não ingestão de carnes pode levar a perdas musculares, emagrecimento inadequado, baixa imunidade, anemia, dentre outras complicações nutricionais. Por outro lado, abster-se de carne por alguns dia e com as devidas substituições alimentares, poderá ajudar a liberar toxinas e reduzir o colesterol e gorduras presentes nesses alimentos", explica.

E acrescenta: “Vale lembrar que outros alimentos como feijões, soja, amendoim, legumes e ovos podem ser consumidos em substituição às carnes, inclusive combinados entre eles, principalmente com ovos, ou adicionados de leite. Evitando, assim, um jejum inadequado”, destaca a profissional. 

Os efeitos do jejum sem acompanhamento de um profissional, podem desencadear ainda problemas ao cérebro como o sono irregular. “Tanto o jejum cristão quanto o jejum nutricional, enquanto método de emagrecimento, são condições de privação do organismo a diversos nutrientes, incluindo a glicose, fonte preferencial de energia para o cérebro e corpo. Um jejum inadequado pode induzir a desnutrição, desidratação, hipoglicemia, fraqueza muscular, dificuldades de concentração, sono irregular e irritabilidade. Além da dificuldade de adaptação, que pode desencadear uma compulsão alimentar”, pontua.  

 A nutricionista finaliza explicando que as tortas são uma ótima opção de substituição, pois são a base de ovos e fonte rica de proteína. Porém, é importante tomar cuidado para não exagerar em ingredientes calóricos como óleos, azeites, creme de leite, maionese, queijo e requeijão;  preferir assar em forno, além de evitar combinações com muitas massas como batatas, trigo, macarrão na mesma preparação. 


Fonte: