Liga Acadêmica de Proteção a Mulher

LAPROM – LIGA DE PROTEÇÃO À MULHER
JUSTIFICATIVA:

A Liga Acadêmica de Proteção à Mulher- LAPROM justifica-se pela necessidade de se criar um “ambiente” acadêmico que colabore com o enriquecimento da formação acadêmica no tocante a educação continuada na área de proteção as mulheres, em especial, no combate a violência, promovendo eventos - como palestras, simpósios, seminários, aulas práticas, colóquios, simulados - oferecidos aos discentes do Centro Universitário Uninovafapi e/ou à comunidade em geral. Salienta-se o caráter eminentemente educador da LIGA tanto para os discentes e membros, quanto para a comunidade.

OBJETIVOS E METAS:
I. a promoção da pesquisa e da extensão, com enfoque na Lei nº 11.340/06 (Lei Maria da Penha) e outras normas de proteção à mulher, alcançando a sua aplicação na atualidade através;

II. mudança do comportamento da comunidade através de ações educativas, levando conhecimento sobre os direitos das mulheres, promovendo o conhecimento , no tema da Violência doméstica contra a mulher entre outros; II.orientação de vítimas, familiares, responsáveis e envolvidos nas ocorrências envolvendo violação dos direitos das mulheres, encaminhando-os a atendimento de profissionais como médicos, assistentes sociais, defensores públicos, advogados, policiais, delegados e promotores de justiça.

III. discussão de casos, fenômenos sociais, visando expandir o conhecimento acadêmico como preparação de interações na comunidade, bem como consolidar os conhecimentos jurídicos para promover indicação adequada às pessoas abordadas.

IV. Promover campanhas na comunidade e material de divulgação das instituições que promovem ações efetivas de proteção as mulheres e também divulgar informações aos diversos grupos sociais

V. Elaboração de Projeto Científico, relacionando dados coletados na comunidade sobre violência contra a mulher., com o conhecimento jurídico acadêmico. Por conseguinte, apresentação, divulgação e aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos e experimentados pela proposta do projeto de pesquisa.

VI. Ampliar os conhecimentos dos Acadêmicos na área Jurídica, tanto nos ensinamentos teóricos quanto nos práticos, dando ênfase ao conhecimento multidisciplinar fazendo a interação com as diversas Ligas da IES .

ATIVIDADES PREVISTAS PARA A IMPLANTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO:

I - A discussão de conteúdos teóricos e práticos pelos acadêmicos;
II - Congregar acadêmicos da área Direito e afins interessados no aprendizado e no
desenvolvimento técnico-científico na área jurídica e afins, incentivo à produção científica;
III - Desenvolver pesquisas prospectivas, colaborar na realização de protocolos científicos e
padronizar atendimentos, em especial nas áreas jurídcas;
IV - Desenvolver atividades de extensão à comunidade;
V - Realizar eventos periodicamente pelos membros da Liga e, ou convidados, sempre sob
supervisão dos docentes coordenadores;
VI - Participar de discussões judiciais de casos promovidas pela Direção da Liga;
VII - Realizar cursos, palestras e seminários;
VIII - Manter intercâmbio científico e associativo com outras instituições
IX - Promover intercâmbio entre as demais ligas;
X - Atuar na promoção da justiça;

DESCRIÇÃO DOS RESULTADOS ESPERADOS: 
Espera-se que os resultados dos estudos desenvolvidos pela LAPROM – Liga Acadêmica de Proteção à Mulher venham contribuir para a melhoria na formação e qualificação dos futuros profissionais de Direito, Medicina e Enfermagem.

Organização da Liga: 
Docentes responsáveis;
Presidente;
Vice – Presidente;
Diretor Financeiro;
Secretário Acadêmico e de Extensão;
Diretor Social e de Marketing.
Membros Agentes: serão, no máximo, vinte e cinco membros, discentes da Uninovafapi ou de outras instituições e que não ocupem cargo de diretoria, sendo 20 alunos de Direito e 5 para os demais cursos.

Período de Atividade: Todos os membros da LAPROM podem permanecer na liga por tempo indeterminado, até que se peça desligamento voluntariamente.Os membros discentes da liga serão automaticamente desligados no momento em que graduarem o curso.